Prefeitura municipal de itabuna

logotipo-021

Cerpat vai capacitar profissionais para reduzir número de pessoas com HIV em Itabuna.

O Centro de Referência em Prevenção, Assistência e Tratamento à HIV/Aids e Hepatites (CERPAT)  vai realizar nesta  quarta-feira, dia  25, uma capacitação em Profilaxia Pré-exposição HIV (PrEP). O objetivo do encontro é orientar profissionais de saúde sobre a importância da prática dessas medicações, indicadas para pessoas vulneráveis ao HIV.

Dentre elas, transexuais, profissionais do sexo, gays, homens que fazem sexo com homens  e casais que possuem  sorologias diferentes.

O encontro que vai reunir profissionais de saúde de 23 cidades pactuadas com Itabuna,   além de Ilhéus e Itacaré, vai acontecer das  8 às 17 horas na UniFTC.

O  último levantamento do CERPAT apontou que em  Itabuna e  municípios circunvizinhos, entre janeiro e abril deste ano, 55 pessoas foram positivadas para o HIV.  A maioria é jovem  com idade entre 19 a 35 anos.

O número é considerado alto e equivale a 12 contaminações de pessoas por mês. “Nosso objetivo é que  a procura pela PrEP aumente, já que Itabuna é  referência na Bahia  para essas medicações”, disse a coordenadora do CERPAT, Fernanda Barros.

A  Profilaxia Pré-exposição HIV é prescrita apenas para quem não possui o vírus da Aids. “Mesmo com eficácia da  medicação, o uso da camisinha é fundamental, pois a PrEP não evita o contágio por outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), como Hepatite e Sifles”, orienta Barros.

Ela destaca que alguns profissionais de saúde desconhecem esse tipo de prevenção combinada, que é  a PrEP. “Na oportunidade, serão esclarecidas dúvidas sobre como acolher e  referenciar o que chamamos de  grupo-chave”, explicou  Fernanda Barros.

Atualmente o CERPAT  atende  mais de 3.000 pessoas portadoras do vírus HIV.  O tratamento é realizado com  antirretrovirais que são medicações  muito eficientes e coíbem o vírus, o que possibilita a  pessoa ter uma vida normal.

Outro ponto a ser debatido é o teste feito por Swab, onde a detecção do vírus na pessoa contaminada se dá através da mucosa nasal. “Aqui em Itabuna,   há dois anos começamos a disponibilizar esse teste, o que não anula a necessidade do teste rápido oferecido em todas as unidades de saúde”, disse Fernanda Barros.
___________
Departamento de Comunicação Social
Prefeitura de Itabuna

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn