Prefeitura municipal de itabuna

logotipo-021

Prefeitura de Itabuna mantém Salas Multifuncionais com mais de 1.200 alunos com deficiência.

Itabuna conta com um dos mais importantes programas de inclusão educacional nas escolas da Rede Municipal de Ensino das áreas urbana e do campo, no Centro Psicopedagógico de Educação Inclusiva (CEPEI), no segmento da Educação de Jovens e Adultos (EJA), além da APAE e Núcleo Cuidar: Salas de Recursos Multifuncionais (SRM) para o atendimento educacional especializado aos alunos com necessidades especiais.

O secretário municipal da Educação, Josué Brandão Júnior, informou que o programa do Governo Federal, executado pela Prefeitura de Itabuna, tem o objetivo de assistir estudantes portadores de deficiência, a exemplo de hiperatividade, deficit de atenção, dislexia, paralisia cerebral e síndromes diversas, para que tenha assegurado o processo de ensino-aprendizado.

“Nas Salas de Recursos Multifuncionais temos educadores com formações especializadas em diversas áreas, que atuam como mediadores entre o estudante da educação especial, seus familiares e os professores da sala de aula comum”, explicou.

O titular da Secretaria Municipal de Educação (SEDUC) destaca os inúmeros benefícios das SRMs para crianças, jovens e adultos, a começar pela melhor qualidade de vida enquanto cidadão incluído na rotina de uma escola comum da rede pública ou instituições especializadas, a exemplo da APAE e Núcleo Cuidar. “Além de promover e ampliar o aprendizado, o programa contribui para aumentar o rendimento escolar e ainda consegue levantar a autoestima dos envolvidos”, frisou o secretário.
A coordenadora das Salas de Recursos Multifuncionais, Raquel  Sousa Zaidan Nassri, informou que o programa tem a função de identificar, elaborar e organizar recursos pedagógicos e acessibilidade que eliminem barreiras para a participação destes alunos em sala de aula, considerando as necessidades específicas de cada um.
Raquel disse ainda que as salas especiais são dotadas de equipamentos, mobiliários e materiais didáticos e pedagógicos, o que permite oferecer condições de acesso, participação e aprendizagem no ensino regular de todos os alunos com deficiência assistidos.

Em Itabuna, o programa é coordenado por uma equipe formada por três técnicas do Departamento de Educação Básica (DEB) da Secretaria Municipal de Educação e conta com 40 professores com algum tipo de especialização a exemplo de Braille, Orientação e Mobilidade, Ensino da Língua Brasileira de Sinais e Portuguesa para Surdos (Libras), Atividades Cognitivas, dentre outras.

Uma das integrantes da equipe, a professora Lidiana Gomes informou que o programa atende mais de 1.200 alunos. Cada um deles tem um plano individual, acompanhamento pedagógico e, se necessário, assistência e acompanhamento médico.

As técnicas do programa SRM informaram que o número de alunos com deficiência é bem maior do que os atuais em Itabuna, o que será confirmado com a conclusão do relatório anual, que já está em fase de elaboração.

Para concluir, a coordenadora Raquel Souza Nassri confirmou que o número de alunos com deficiência tem aumentado consideravelmente em todo o país por diversas causas, a exemplo da falta de exames pré-natal ou acidentes que podem deixar sequelas físicas ou psicológicas nos alunos.
____________
Departamento de Comunicação Social
Prefeitura de Itabuna

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn