Prefeitura municipal de itabuna

logotipo-021

Conferência Municipal de Saúde de Itabuna aprova propostas à Conferência Estadual

 

A 10ª Conferência Municipal de Saúde teve aprovadas diversas propostas visando o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS). O encerramento ocorreu na tarde de quinta-feira, dia 30, na Faculdade Santo Agostinho de Itabuna (FASAI), depois de um dia inteiro de atividades em grupos temáticos e Plenária.

As propostas foram discutidas em quatro eixos: “A Itabuna que temos. A Itabuna que queremos”, “O papel do controle social e dos movimentos sociais para salvar vidas”, “Garantir direitos e defender o SUS, a vida e a democracia” e “Amanhã será outro dia para todas as pessoas”.

O eixo um, que abordou o tema “Itabuna que temos”. Itabuna que queremos” foi uma projeção do que temos hoje e do que pode melhorar, entre elas mais garantia do SUS, acessibilidade, transporte público,saneamento básico, no geral, tudo o que precisamos melhorar no futuro, informou a relatora Gabriela Brito.

Para a representante do eixo dois e relatora Alexandra Oliveira, “”O controle social e movimento social para salvar vidas’, traz uma perspectiva para quem faz o uso do serviço, e trouxe propostas para melhorar a saúde do município”, salientou.
“No eixo três abordamos o que é direito dos usuários do SUS, como serviço de qualidade, atenção integral, humanização da saúde, desenvolvimento da saúde mental e outros aspectos pertinentes ao direito do SUS para todas”, disse a representante Thayna Leite.

“Já no eixo quatro, as propostas envolveram aplicação da lei da Doula, a inclusão de políticas voltadas para o TEA,acessibilidade para os usuários com deficiência, entre outros”, concluiu Caroline Dias.

Ao final, foram definido os 15 delegados que levarão as propostas para a próxima etapa a Conferência Estadual de Saúde, dentre eles:Lívia Mendes Aguiar, secretaria municipal de Saúde, Jaimeire Pessoa, diretora Atenção Primária de Saúde, Dayse Santos, apoiadora da APS, e Matusalém Costa, gerente de UBS Saúde. Os delegados representam os segmentos usuários do SUS, gestores e trabalhadores em saúde.

 

Legenda: Reitor da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Alessandro Fernandes Santana, fez a Palestra Magna da 10a. Conferência Municipal de Saúde. Foto: Pedro Augusto

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn