Prefeitura municipal de itabuna

logotipo-021

Ciclistas participam de Pedal Solidário que arrecada ração para ONGs protetoras de animais

Cerca de 50 ciclistas participaram hoje, dia 3, da 3ª edição do Pedal Ecológico 2023, um passeio ciclístico promovido pela Prefeitura de Itabuna, por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente (SEAGRIMA). O evento teve como tema “Bem-Estar Animal”, com o objetivo de arrecadar ração e material de limpeza para as ONGs protetoras de animais da cidade.

A concentração aconteceu no Jardim do Ó, onde os participantes do Pedal Solidário fizeram as doações e receberam uma camisa do evento. Os ciclistas saíram às 10 horas em direção ao Bairro São Caetano, onde contornaram na Praça da Feira e retornaram pela Avenida Princesa Isabel. Passaram pelo Jardim do Ó em direção às avenidas do Cinquentenário, Amélia Amado e Inácio Tosta Filho finalizando o percurso na Praça José Bastos.

“Depois do fechamento do lixão em maio de 2021 pelo prefeito Augusto Castro mais de 2 mil cachorros e gatos ficaram abandonados. Hoje, Itabuna tem cerca de 12 mil animais que vivem de maneira inadequada, vítimas de maus tratos e acabam sobrecarregando as ONGs que tanto trabalham. Pensando nisso, a Prefeitura de Itabuna, lançou o tema Bem-Estar Animal pensando na proteção desses animais”, disse o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Moacir Smith Lima.

Ele disse ainda que o evento procurou arrecadar uma grande quantidade de ração para doar às entidades. “Esperamos arrecadar uma quantidade entre duas ou três toneladas de ração, além dos kits de limpeza para que sejam distribuídas entre as ONGs Bicharada, Animiau, Associação de Amparo Animal (ASSAMPA) e Miados e Latidos”, acrescentou.

O titular da SEAGRIMA afirmou que o prefeito Augusto Castro (PSD) se manifestou favorável à causa de proteção aos animais e que a Secretaria está desenvolvendo um projeto. “Por determinação d Augusto Castro estamos evoluindo nesta causa. Ele já autorizou a construção de uma clínica veterinária para dar atendimento aos animais que vivem nas ruas”, finalizou.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn