Prefeitura municipal de itabuna

logotipo-021

Conselho Municipal da Criança e do Adolescente reúne-se com candidatos a novos conselheiros tutelares

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMCDCA) reuniu-se nesta quarta-feira, dia 2, com os 21 indicados a novos conselheiros tutelares, que foram aprovados nas duas etapas do processo seletivo. O encontro debateu as regras da eleição que vai acontecer dia 1º de outubro.

No encontro, a presidente do CMDCA, Maria D’Ajuda Cavalcanti Lucas, afirmou que estão proibidos materiais de campanha, entre eles: carros de som, bonés e camisetas, além de propaganda com candidatos políticos e religiosos.

“É um pleito para a escolha dos agentes de proteção às crianças e adolescentes que tiverem os direitos violados. Esses novos conselheiros quem vai escolher é a comunidade”, explicou a presidente do CMDCA.

O candidato que tirar fotos ou fizer campanhas para pessoas que já são atuantes da política, será eliminado. “A exposição com políticos de um modo geral, está proibida, pois não podemos misturar agente de proteção com agentes políticos”, esclareceu.

O titular da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (SEMPS), Josué Brandão Júnior, falou que neste ano, pela primeira vez, as eleições vão acontecer por meio das urnas eletrônicas.

“O TRE-BA analisou o pedido da Prefeitura de Itabuna para que o processo de escolha dos novos integrantes dos Conselhos Tutelares I e II seja mais rápido e seguro. No dia da eleição, o eleitor deve olhar o título para saber em qual Zona Eleitoral vai votar se na 27ª ou 28ª”, afirmou Júnior Brandão.

Ele ressaltou mais uma vez que é preciso ter consciência na hora de votar no conselheiro que vai garantir direitos de crianças e adolescentes a partir do próximo ano. “O voto não deve ser por amizade ou pedidos, mas sobre como o candidato se mostra para ocupar a importante função de conselheiro tutelar”, pontuou o secretário.

SELEÇÃO
A primeira etapa da seleção foi uma prova objetiva com redação. Em seguida, os candidatos passaram por uma entrevista com uma psicóloga e uma assistente social, quando foram avaliados pelo currículo, experiência com crianças e adolescentes, comportamento e antecedentes criminais.

Legenda: CMDCA reúne- se com candidatos a novos conselheiros tutelares – Fotos Ascom.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn