Prefeitura municipal de itabuna

logotipo-021

Hospital de Base cria “Projeto Prontuário Afetivo” para pacientes do CTI II

Há quase um ano, o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, instituição administrada pela Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (FASI), criou o Projeto Prontuário Afetivo. A ideia foi uma iniciativa do médico e coordenador do Centro de Terapia Intensiva (CTI) II, Paulo Medauar Reis.

O objetivo é fortalecer o vínculo entre os pacientes e a equipe multidisciplinar, a partir de informações sobre as suas rotinas e vivências para além do hospital. “Diferente do prontuário convencional, que foca nas questões técnicas da saúde do paciente, o Prontuário Afetivo vai além das informações básicas contidas”, explicou o médico.

No documento são acrescentadas algumas características subjetivas, como curiosidades sobre o paciente, a exemplo da sua profissão, como prefere ser chamado, o que gosta de fazer nas horas livres, se tem animal de estimação, músicas que gosta de ouvir, qual o time preferido, etc.
Muitas vezes, os pacientes chegam em estado crítico, sendo necessário à equipe interagir melhor de forma a resgatar a sua identidade e tornar o atendimento da unidade ainda mais humanizado. A partir dessa ferramenta é possível estabelecer uma rotina de tratamento mais leve.

Para o entendimento da equipe assistencial do Hospital de Base de Itabuna, o paciente não é só um paciente, ele é o AMOR DE ALGUÉM!

Legendas: 1. 2. e 3. Parte da equipe do CTI II Alane Souza, coord de enfermagem, Paulo Medauar Reis, coord médico e Maiane Malaquias, psicóloga. 4. Alane Souza, coordenadora de enfermagem do CTI II com o modelo do prontuário – Fotos Ascom.

 

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn