Prefeitura municipal de itabuna

logotipo-021

AACRRI realiza campanha de arrecadação para reconstrução da Central de Triagem

A Associação dos Agentes Ambientais e Catadores de Recicláveis de Itabuna (AACRRI) iniciou uma campanha de arrecadação de recursos para reconstruir a Central de Triagem de Coleta Seletiva, localizada no bairro Lomanto, atingida por um incêndio no dia 1º de janeiro que destruiu parte da estrutura e danificou equipamentos.

Cerca de 200 toneladas de produtos recicláveis (vidro, papel, papelão, metais e plástico) que já estavam prontos para a comercialização foram queimadas. O prejuízo estimado chega a R$ 100 mil reais.

Cerca de 50 famílias oriundas do antigo lixão de Itabuna, desativado há dois anos pela prefeitura para a destinação correta de resíduos, dependem da Central de Triagem para garantir o sustento e foram diretamente impactadas pelo incêndio.

Quem puder colaborar com a AACRRI pode fazer a doação de qualquer valor através do PIX aacrri.itabuna@gmail.com. Transferências bancárias podem ser direcionadas para a agência 0001, conta: 47387377-6, do Banco PagSeguro, CNPJ: 42.306.706/0001-26, em nome da Associação dos Agentes Ambientais e Catadores de Materiais Recicláveis de Itabuna.

“O apoio da comunidade tem sido imenso desde que sofremos esse incêndio terrível. Contamos com a ajuda da região para que as famílias de catadores e catadoras não fiquem desemparadas nesse momento em que o processo de reciclagem está sendo retomado”, afirma a presidenta da AACRRI, Carissa Araújo.

A Prefeitura de Itabuna, a Defensoria Pública da Bahia e empresas como CVR Costa do Cacau, Biosanear, O Boticário e Grupo Chaves, além da Câmara de Dirigentes Lojistas do município, estão realizando ações de apoio aos catadores.

Para garantir a manutenção da coleta seletiva e da reciclagem, a Central de Triagem funcionará provisoriamente em um galpão ao lado da sede atingida pelas chamas. A prefeitura criou um grupo de trabalho coordenado pelo secretário de Governo e mentor do Projeto Recicla Itabuna, Rosivaldo Pinheiro, para agilizar a reconstrução da Central de Triagem.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn