Prefeitura municipal de itabuna

logotipo-021

Prefeitura de Itabuna inicia a capacitação para profissionais Enfermagem da Atenção Básica e Epidemiológica

Com o objetivo de aperfeiçoar os profissionais de Enfermagem da Atenção Básica que atuam na imunização e melhorar a condição do atendimento ao público nas Salas de Vacinas, começou nesta terça-feira, dia 30, na sala 405 da Faculdade UNEX, no centro, o curso de capacitação e atualização da imunização.

O treinamento é promovido pela Prefeitura de Itabuna, através da Rede Frio, do Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde. Com carga horária de 30 horas/aulas, o curso oferece aulas teóricas e práticas e BCG e acontecerá de 30 de janeiro à 1º de fevereiro, nos turnos matutino e vespertino.

De acordo com a coordenadora da Rede Frio, Camila Silva Brito, a capacitação é uma oportunidade do profissional de Enfermagem revisitar conhecimentos e garantir a continuidade do processo de trabalho e a organização para melhor funcionamento do trabalho e do sistema e do calendário vacinal.

Além disso, ela ressalta a importância do profissional estar sempre atualizado em relação às novas diretrizes e principais mudanças e orientações do Ministério da Saúde para melhor atender a população.

“Nossa prioridade é estar sempre atualizado quanto às mudanças na cobertura das vacinas e primar pela qualidade do atendimento à população de Itabuna, com excelência. Que tenhamos técnicos e enfermeiros aptos a prestar uma assistência de qualidade” afirmou.

A coordenadora da Rede Frio enfatizou ainda a importância de os profissionais estarem atentos na verificação correta do Cartão de Vacina. Ela lembrou na palestra que proferi que o cartão é um documento, legítimo verdadeiro e válido em todo território nacional.

“Todas as especificidades descritas no Cartão de Vacina como nome, idade e qual imunizante já foi e ou será aplicado, se é criança, adolescente, adulto ou idoso, mediante informações prévias para o indivíduo ou o responsável sobre o imunizante são fundamentais”, comentou.

“Chamamos atenção para qual imunizante que será ministrado, qual a dose e idade corretas para que não haja trocas. Por isso, a importância de garantir a cobertura completa do calendário vacinal proposto pelo Ministério da Saúde”, disse a coordenadora da Rede de Frio.

Para o enfermeiro da Vigilância Epidemiológica, William Santos da Silva, participar do curso de capacitação é muito importante para atualização profissional em relação ao Plano Nacional de Imunização (PNI), que anualmente atualiza, como também para o usuário do Sistema Único de Saúde (SUS). “Precisamos estar capacitados e atentos para melhor servir ao cidadão”, disse.

Legenda: Coordenadora da Rede de Frio, Camila Brito, também instrutora do Curso de Capacitação – Fotos Ascom

 

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn