Prefeitura municipal de itabuna

logotipo-021

Estudantes da Anhanguera promovem ação de prevenção à Hipertensão no Hospital de Base

Uma ação em referência ao Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial foi realizada na manhã desta sexta-feira, dia 26, no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, instituição administrada pela Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (FASI).

O evento teve como público-alvo os colaboradores da instituição e foi promovido pelos alunos do 9º ano do curso de Enfermagem da Faculdade Anhanguera que fazem Estágio Supervisionado na unidade hospitalar.

O objetivo foi incentivá-los nos cuidados com a saúde e informações importantes sobre a hipertensão como: sintomas, causas da doença e formas de prevenção. Durante a ação, os estudantes utilizaram placas com a frase “Um minuto para a sua saúde!” para abordar os funcionários que passavam pelo local.

De acordo com Islane Santana, enfermeira preceptora dos estudantes, a hipertensão é uma doença de alta relevância que aumenta a mortalidade, a morbidade, sendo considerada um problema de saúde mundial.”É uma doença crônica que requer atenção, mas possui controle e tratamento”, declarou.

A hipertensão arterial (pressão alta) é uma enfermidade crônica que aponta os níveis elevados da pressão sanguínea nas artérias. O consumo excessivo de sal, álcool, sedentarismo e tabagismo são algumas das causas da doença. Os sintomas mais comuns são: cefaléia, tontura, fadiga, dores no peito e sangramento nasal.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) é considerada hipertensa a pessoa com pressão maior ou igual a 14×9. Contudo, classifica como pré-hipertenso o indivíduo com pressão máxima entre 13 e 13,9 e mínima entre 8,5 e 8,9. A pressão ideal agora é a que registra números abaixo de 12 por 8. Já os níveis entre 12 e 12,9 e 8 e 8,4 são consideradas normais, mas não ótimas, sendo necessário iniciar o controle.

O supervisor médico e cirurgião cardiovascular do Hospital de Base, Fernando Alves Jr., elogiou a ação e comentou que a hipertensão pode levar a complicações como AVC, infarto, insuficiência renal e alterações na visão. “Manter uma alimentação saudável, praticar exercícios físicos e fazer visitas periódicas ao médico, são a melhor forma de prevenção. Pessoas hipertensas devem seguir a rotina acima e fazer uso dos medicamentos prescritos pelo médico”, finalizou.

 

Legendas: 1. Estudantes da Faculdade Anhanguera em ação de prevenção à hipertensão no Hospital de Base. Enfermeira preceptora da turma de enfermagem da Anhanguera, Islane Santana(esq.) Fotos Ascom

 

 

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn