Prefeitura municipal de itabuna

logotipo-021

Itabuna inicia a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite

A Prefeitura de Itabuna iniciou nesta segunda-feira, dia 27, a Campanha Nacional de Vacinação 2024 contra a Poliomielite em todas as Unidades de Saúde (UBS) e Unidade de Saúde da Família (USF). O Dia D da campanha acontece dia 8 de junho.

Nas UBS e USF, o atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 8 às 11 e das 14 às 16h. Neste ano, a expectativa da Secretaria Municipal de Saúde é imunizar 10.188 95% das crianças entre 1 e menores de 5 anos até o dia 14 de junho. Serão utilizadas as vacinas oral poliomielite (VOP) pela última vez seguindo as diretrizes do Ministério da Saúde.

Na Unidade de Saúde Roberto Santos, no Bairro Santo Antônio, só nesse primeiro dia foram imunizadas cerca de 50 pessoas em pouco menos de três horas. Mas, a técnica em enfermagem e vacinadora Carla Graziete Vieira disse que, além da vacina contra pólio, também foram aplicadas vacinas contra hepatite, febre amarela, sarampo, Covid 19, dentre outras para todos os públicos.

Para receber a dose da vacina é importante apresentar documento com foto, CPF e Cartão SUS, e principalmente a carteira de vacinação. Carla Graziete diz que com a Carteira de Vacina é possível acompanhar a situação vacinal tanto de crianças quanto de adultos e atualizar com todas as vacinas de campanhas ou, se for o caso, aquelas de rotina.

A coordenadora da Rede de Frio da Secretaria Municipal de Saúde, Camila Brito, ressaltou a importância da vacina que garante imunidade, contribui para o controle e eliminação de doenças provocadas por vírus ou bactérias, resultando na promoção da saúde da população. Ela lembra que a vacina é gratuita e está disponível em todas as UBSs e USFs da rede de Atenção Primária.

Em relação à Poliomielite, Camila informou que é uma doença infectocontagiosa aguda, caracterizada pela contaminação pelo poliovírus, que pode causar paralisia dos membros inferiores de forma irreversível e em casos graves pode levar à morte.

“A vacinação ainda é a principal forma de prevenção da pólio e de muitas outras doenças. Por isso, a importância de os pais e ou responsáveis manterem a imunização completa de crianças em dia. Os adolescentes e os adultos também devem seguir o esquema vacinal para assegurar a saúde de toda a família”, concluiu a coordenadora da Rede de Frio.

 

Legenda: UBS Roberto Santos, no Santo Antonio, aplicou mais de 50 doses de vacinas em todos os públicos. Foto Pedro Augusto
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn